segunda-feira, 7 de novembro de 2011

Thinkquest- atuação

Pratcamente consegui cadastrar todos os alunos nesse ambiente, só falta trocar a senha dos alunos do fund 2. Essa semana vou fazer a minha primeira tentativa com o fund 2.
Com relação ao fund 1  todos os alunos compreenderam a sua utilização, preciso trocar a senha do 3º B pois eu não havia percebido os erros.

quarta-feira, 2 de novembro de 2011

o QUE É THINKQUEST

ThinkQuest é uma plataforma online livre para professores e alunos, patrocinado pela Oracle Education Foundation. Ele inclui um ambiente de projeto online, concursos para estudantes e uma biblioteca de conteúdo criado pelos alunos. O projeto desenvolve o trabalho em equipe e estimula a criatividade e a capacidade de pesquisar e de organizar do aluno. A plataforma é protegida e os usuários só podem criar contas ao inscreverem-se através de uma escola credenciada.
No portal são realizadas competições internacionais anuais.

[editar]Números

Existem quase 60.000 projetos ativos e 22.117 escolas participando. O Brasil conta com a participação de 1037 escolas, sendo 809 do Estado do Ceará.

sexta-feira, 28 de outubro de 2011

Hardware

hardwarecircuitariamaterial ou ferramental. É a parte física do computador, ou seja, é o conjunto de componentes eletrônicos,circuitos integrados e placas, que se comunicam através de barramentos.Em complemento ao hardware, o software é a parte lógica, ou seja, o conjunto de instruções e dados processado pelos circuitos eletrônicos do hardware. Toda interação dos usuários de computadores modernos é realizada através do software, que é a camada, colocada sobre o hardware, que transforma o computador em algo útil para o ser humano. Além de todos os componentes de hardware, o computador também precisa de um software chamado Sistema Operacional. O Sistema Operacional torna o computador utilizável. Ele é o responsável por gerenciar os dispositivos de hardware do computador (como memória, unidade de disco rígido, unidade de CD) e oferecer o suporte para os outros programas funcionarem (como Word, Excel etc).
O termo hardware não se refere apenas aos computadores pessoais, mas também aos equipamentos embarcados em produtos que necessitam de processamento computacional, como os dispositivos encontrados em equipamentos hospitalares, automóveis, aparelhoscelulares (em Portugal portáteis), entre outros.
Na ciência da computação a disciplina que trata das soluções de projeto de hardware é conhecida como arquitetura de computadores.
Para fins contábeis e financeiros, o hardware é considerado um bem de capital.

terça-feira, 18 de outubro de 2011

Desabafos

Mais um mês terminando.
Hoje cheguei bem cansada e sugada.
Só sendo professor de fato terá noção do que estou falando. Estudo diariamente, preparo minhas atividades e aplico da melhor maneira possível. É horrível ouvir bla bla bla. Queria saber relamente pra que serve pedagogia. Ainda bem que consigo contar até mil  respirar bem fundo e ainda ver uma luz no fim do túneo.

sexta-feira, 23 de setembro de 2011

A Teoria Crítica ontem e hoje - pág. 9 a 21.pdf
A Teoria Crítica ontem e hoje - pág. 9 a 21.pdf  
A Teoria Critica ontem e hoje pag. 65 a 79[1].pdfA Teoria Critica ontem e hoje pag. 65 a 79[1].pdf  
         
       


Ensaio sobre a análise fílmica pág. 23 - 37.pdfEnsaio sobre a análise fílmica pág. 23 - 37.pdf

       
O cinema e a invenção da vida moderna _pág. 317-334.pdfO cinema e a invenção da vida moderna _pág. 317-334.pdf
                           
Revista Imagens pág. 52-61.pdfRevista Imagens pág. 52-61.pdf
                     

profª drª Maria Ignês
profº dr. rogério

Tecnica_Organizacao_Social.pdfTecnica_Organizacao_Social.pdf
  
 

LOJKINE_Revolucao_Informacional.pdfLOJKINE_Revolucao_Informacional.pdf    


Contexto_social_transformacao_tecnologica.pdfContexto_social_transformacao_tecnologica.pdf           




Nova_Estrutura_Ocupacional.pdfNova_Estrutura_Ocupacional.pdf
   
1 Sociedade_Ciência_Contemporânea
2 Técnica_Organização_Social
3 LOJKINE_Revolução_Informacional
4 Contexto_social_transformação_tecnológica
5 Nova_Estrutura_Ocupacional





2/09/11
prof. dr. Vicente Gosciola



Textos dos mestrados


- Steven_Johnson_A_invenção_do_ar_Os_Eletricistas_pp_23_30.pdf- Steven_Johnson_A_invenção_do_ar_Os_Eletricistas_pp_23_30.pdf
 

- Modernidade_pesada_a_leve.pdf- Modernidade_pesada_a_leve.pdf




- Four_Steps_of_Interaction.rtf- Four_Steps_of_Interaction.rtf



- Four_Steps_of_Interaction.rtf- Four_Steps_of_Interaction.rtf
- Castells_La_revolución_de_la_tecnología_de_la_información.rtf- Castells_La_revolución_de_la_tecnología_de_la_información.rtf

- transformação_midiática_Henry_Jenkins.pdf- transformação_midiática_Henry_Jenkins.pd
    


- GORZ_O_Imaterial.pdf- GORZ_O_Imaterial.pdf  
14/09/11

prof. dr. Vicente Gosciola

THINKQUEST

Hoje apresentei o Thinkquest para as 4ª séries C  e B. com o 4º C consegui apenas apresentar o portal e não deu tempo para entregar o login. com a 4ªB consegui entregar o login mas 10 alunos não conseguiram acessar dando erro no sistema.

sábado, 17 de setembro de 2011

Dia-a-dia de uma POIE

Oi Pessoal

Já tenho 6 meses de experiência na gestão do laboratório de informática.
Estou tentando aos poucos mostrar a Emef como é o trabalho de um POIE. Estou na fase em que tenho que desmistificar alguns olhares equivocados sobre a informática.

Além de contemplar o currículo de TICs  , tenho que desenvolver um trabalho interdisciplinar com os demais professores de acordo com as suas necessidades.
Outro fator dificultador é a manutenção das máquinas, sempre aparece algum problema, por exemplo de vez em quando os cabos estão desconectados , alguma coisa foi tirada de seu lugar, isso atraso muito o meu trabalho, e no final das contas  nunca aparece um culpado.

Depois eu volto .

sexta-feira, 2 de setembro de 2011

Dia do Biólogo 3/09


Dia 3 de setembro, dia do Biólogo!

No Brasil, a profissão de Biólogo foi regulamentada pela Lei número 6.684 de 3 de setembro de 1979. Devido a isso se instituiu o Dia do Biólogo nesta data. Este profissional que tem uma importância estritamente fundamental nos dias de hoje, pois, o biólogo além de trabalhar como professor nos mais diferentes níveis de ensino, ele desempenha um papel importante na realização de diversas atividades, nos mais diversos laboratórios, linhas de pesquisas, trabalhos de campo, entre outros. Além disso, este profissional exerce papel essencial sobre o estudo dos impactos ambientais, nas atividades de fauna e de flora.
Devido aos estudos sobre os impactos ambientais e sustentabilidade, o biólogo é o profissional que ganha importância cada vez maior no mercado de trabalho. Tudo isso porque tem uma formação que envolve vários aspectos, como o estudo dos seres vivos, pois, ele conhece desde uma simples bactéria a toda complexidade do homem, e todo o seu funcionamento, sua estrutura, suas características e, portanto, de todos os profissionais da área biológica, o biólogo é aquele que tem conhecimento de todos os níveis de seres vivos.
Os biólogos estudam também os seres no ambiente de origem, isso significa que em cada ambiente o ser vivo desempenha uma função, pois, este mesmo ser, está adaptado a uma condição do local onde vive. Por isso, o biólogo tem a formação que envolve ecologia e evolução. Tem a noção de que, cada ser vivo na face da terra é produto dessa evolução, portanto adaptado a viver em seu ambiente junto com todas as características e todos os fatores ambientais, sejam eles físicos ou químicos e também integrados e relacionados a outros seres vivos.
Parabéns a esses profissionais, que tenho muito orgulho de pertencer a esta classe e minha ação tanto na linha de pesquisa quanto na educação.
Dr. José Luis Laporta - professor de Ciências Biológicas da Fundação Santo André


Sérgio Pires
Assessoria de Imprensa Fundação Santo André
Comunicação, Eventos e Concursos
sergio.pires@fsa.br
imprensa@fsa.br

quarta-feira, 24 de agosto de 2011

LINHA 2- Processos Midiáticos na Cultura Audiovisual A linha se apóia no movimento de relação dos processos midiáticos com a cultura especificamente configurada pelo universo da imagem e do som, permitindo que sejam estudados os fenômenos de midiatização apenas no tipo específico de cultura que viceja no campo da comunicação audiovisual. Os objetos desta linha são os processos midiáticos situados no âmbito de suas relações com a dinâmica da cultura audiovisual.

  Disciplina obrigatória
Comunicação audiovisual e teorias do contemporâneo



                                                            Processos Midiáticos na Cultura Audiovisual 


A linha se apóia no movimento de relação dos processos midiáticos com a cultura especificamente configurada pelo universo da imagem e do som, permitindo que sejam estudados os fenômenos de midiatização apenas no tipo específico de cultura que viceja no campo da comunicação audiovisual.
Os objetos desta linha são os processos midiáticos situados no âmbito de suas relações com a dinâmica da cultura audiovisual.




Corpo Docente
André Piero Gatti
Gelson Santana Penha
Maria Ignês Carlos Magno(minha orientadora)
Sheila Schvarzman
Vicente Gosciola

A máquina do tempo

George é o cientista que inventa uma máquina do tempo e viaja para um futuro distante. No ano de 802.300, a raça humana se divide entre elois, que vivem na superfiecie da Terra, e morloks, habitantes das profundezas, que se alimentam dos elois. Conhece uma jovem eloi (Weena) e utilizando o fogo, decide libertar os elois da opressão dos morlocks. Ao voltar para o seu tempo, encontra a descrença de velhos amigos. George decide então retornar para o futuro distante e ajudar a construir a nova humanidade. Filme clássico da ficção cientifica baseado em romance de H.G. Wells. Por um lado, George expressa a profunda insatisfação do homem com a civilização burguesa imersa em guerras e mesquinhos interesses comerciais. Ao viajar pelo século XX, George observa tão-somente morte e destruição através de guerras. Na verdade, o tema da viagem pelo tempo tende a expressar, de certo modo, a fuga fantástica da tibieza do mundo burguês. É um tipo de redução das barreiras naturais (o espaço-tempo é uma forma de natureza que se impõe ao homem). Por outro lado, ao voltar para o futuro distante, o inglês George expressa o espírito colonizador do Império Britânico. Cabe a um inglês construir a nova humanidade. Ou seja, não deixa de ser sugestivo que seja um inglês o demiurgo desta nova civilização do futuro remoto.

domingo, 21 de agosto de 2011

Meu primeiro relato

Faz algum tempo que planejava montar um Blog, mas não tinha um tema bem definido. Pensava em abordar assuntos na área de tecnologia na  EDUCAÇÃO  e demais instrumentos facilitadores de aprendizagem.
A  idéia foi se aprimorando e resolvi  escrever um Blog onde possa falar um pouco sobre as minhas experiências acadêmicas e de todo processo de desenvolvimento do meu projeto de mestrado.
Atualmente estou inclusa no programa de pós-graduação EM COMUNICAÇÃO da Universidade Anhembi Morumbi, graças a um convênio firmado entre a Prefeitura de São Paulo e a Fundação Bill Cliaton.
Ainda vou estar inserida num grupo de pesquisa. A minha orientadora é a digníssima Professora Doutora Maria Ignês . Além de estar desenvolvendo um portal web didático com a finalidade de agregar conhecimento e conteúdo na área  de Informática Educativa pretendo estabelecer um ele entre a minha prática docente e a academia.
No dia 16/08/2011 às 14:30 tive um encontro marcado com os meus futuros professores e colegas de Mestrado. Entrei na sala timidamente e cumprimentei rapidamente os colegas. Em seguida resolvi sentar ao lado da minha colega Fernanda pra quebrar o gelo pois muitas coisas para serem quebradas devem partir de mim, não adianta eu querer ficar escondidinha e não ser notada, tem que ter mais atitude.
Os professores se apresentaram dizendo a sua titulação e o ramo de pesquisa , logo em seguida foram os alunos. Percebi que a maioria dos meus colegas já são professores universitários na própria instituição e de  outras instituições como a ................................ Me identifiquei com a Fernanda pois ela também é professora da rede municipal, e é uma pessoa alegre e desinibida.
 O Blog de uma certa maneira funciona como um diário ou registro dos trabalhos realizados na pesquisa e também da minha prática como professora orientadora de informática educativa.
Vou tratar diversos assuntos que estão diretamente ligados com a pesquisa, sempre aprofundando o máximo no assunto e também empregando o máximo possível de referências bibliográficas.
Segue abaixo os assuntos:
Ganho a vida como professora, lecionando desde do ano de 1993 
Espero que aproveitem as informações disponíveis no Blog.
pretendo pesquisar um máximo de referênciais bibliográficos para agregar valor possível para as informações aqui disponíveis!
Abraço a todos.

quinta-feira, 18 de agosto de 2011


Meu primeiro dia no Mestrado em Comunicação da Universidade Anhembi Morumbi 16/08/2011.


















terça-feira, 9 de agosto de 2011

sábado, 6 de agosto de 2011


Como ajudar a criança que sente medo de ir à escola




Com calma e muita tranquilidade. Em geral, dirigir-se à escola, é um evento agradável para as crianças pequenas. Infelizmente, para outros isso representa medo ou pânico. Os pais têm motivos suficientes de preocupação quando a criança adoece devido a tensão. Têm crianças que fingem estar doentes ou exageram os sintomas físicos para ficarem em casa e não ir à escola. Com frequência, a criança entre cinco e dez anos de idade que se comporta desta maneira, está sofrendo de um temor paralisante por ter que deixar a segurança da família e da casa. É muito difícil para os pais fazer frente a este pânico infantil, mas esses temores podem tratar-se com êxito, com ou sem ajuda profissional. Tudo dependerá do grau de temor que a criança tenha. Se os pais notam que pode ser algo passageiro, é questão de insistir em levá-lo que tudo passará.
Este medo irracional pode aparecer pela primeira vez em crianças que vão a escolas para para crianças de idade pré-escolar, sendo mais frequente nas crianças que cursam o segundo ano. A criança, em geral, queixa-se de dores de cabeça, de garganta ou do estômago, justo na hora de sair para a escola. A “enfermidade” melhora quando se permite que fique em casa, mas reaparece na manhã seguinte antes de ir à escola. Em alguns casos, a criança se nega por completo em sair de casa. O negar-se a ir a escola aparece geralmente depois de um período em que a criança tenha estado em casa em companhia da mãe, por exemplo, depois das férias, dos dias de festa, ou depois de uma breve enfermidade. 

Crianças inseguras na escola

As crianças que têm um medo irracional da escola podem sentir-se inseguras se ficam sozinhas em uma casa, e podem demonstrar um comportamento de apego aos seus pais, e inclusive se convertam na sombra de seus pais na casa. Estes medos são comuns em crianças com a chamada “desordem de ansiedade”. As crianças têm dificuldade para dormir, um medo exagerado e um temor irreal aos animais, monstros, ladrões ou do escuro.
Os efeitos potenciais a longo prazo podem ser muito sérios para uma criança com medos persistentes se não receberem atenção profissional. A criança pode desenvolver sérios problemas escolares e sociais se deixa de ir à escola e de ver seus amigos por muito tempo. Antes que isso ocorra, os pais podem ajudar seu filho levando-o a um psiquiatra de crianças e adolescentes, que trabalhará com ele no esforço de fazer regressar a criança de imedidato à escola e outras atividades diárias. Como o pânico surge ao deixar a casa, e não por estar na escola, a criança em geral estará tranquila uma vez que esteja na escola. 

Ajuda profissional

Para algumas crianças, requer-se um tratamento extensivo para determinar as causas do medo. As crianças maiores ou os adolescentes que se negam a ir à escola, sofrem em geral de uma enfermidade mais grave e com frequência requerem um tratamento ainda mais intenso. 
Em qualquer caso, o medo irracional de deixar a casa e os pais, podem ser tratados com êxito, e os pais não devem ignorar nem descartar a ajuda profissional. O médico da criança pode indicar os pais a um psiquiatra de crianças e adolescentes.
http://br.guiainfantil.com/

terça-feira, 26 de julho de 2011

Angry Birds

Professores utilizam Angry Birds para ensinar física em sala de aula

Com o game, é possível calcular ângulos, trajetórias, parábolas, força de gravidade e mais.
A popularidade do game Angry Birds só tende a aumentar - recentemente, o game alcançou a marca recorde de 1 milhão de downloads diários. Mas o surpreendente é que a briga dos pássaros com os porcos está começando a ser usada dentro de sala de aula. Professores de diversas escolas já usam o Angry Birds para ensinar Física para seus alunos.

Com o game, é possível calcular ângulos, trajetórias, parábolas, força da gravidade... As possibilidades são várias, como A Wired já mostrou emdiversos textos.  E aqui, você encontra alguns exercícios que professores elaboraram, utilizando vídeos de disparos no Angry Birds.

Da próxima vez que seu filho passar o dia inteiro jogando Angry Birds, pense duas vezes antes de dar-lhe um castigo! :)

http://olhardigital.uol.com.br/jovem/games/noticias/professores_utilizam_angry_birds_para_ensinar_fisica_em_sala_de_aula

sábado, 23 de julho de 2011

Passo a passo para montagem de uma rádio

1º um som (hoje é melhor dvd que toca todo formato de disc tornando mais fácil o projeto)que no minimo 3 bandeja que possibilite trocar de cd sem precisar de parar o que esta tocando ou dois som de cd;
2º saber a quantidade de caixas de som que será necessária para fazer uma boa distribuição do som projetado (obs: cada caixa terá que ter um transformador de linha para que a destribuição de som seja feita por igua devido a distância dos fios);
3º tirar medida de quantos metros de fios será necessário para caixas de som;
4º um ventilador para os equipamentos;
5º uma mesa de som de 8 ou 12 canais no minimo;
6º dois microfones ou mais;
7º um equalizador de som;
8º no minimo 10 cds(seria melhor o formato de mp3) que toque ritmos diferentes pensando em gostos diferentes;
9º duas caixas de som pequena de retorno na sede da rádio
10º um readfone "profissional";
11º e o mais importante: a sede( vêr local de focionabilidade da rádio).
este projeto fica em torno de uns R$: 3500,00 que você pode tentar conseguir com algum politico se a escola for pública, caso contrário você pode verificar que tipo de autoridade pode lhe ajudar.

Rádio escolar

Na realidade brasileira o rádio não é uma mídia ultrapassada como alguns podem imaginar, pelo contrário, é a mídia mais utilizada e abrange todas as classes sociais. O desenvolvimento tecnológico tem causado profundas modificações culturais que podem trazer melhorias sociais, sobretudo quando se ampliarem as oportunidades de apreensão do saber por meio das variadas mídias existentes, dentre elas o rádio. No campo educacional, as novas tecnologias potencializam as mais remotas, integrando-se a elas e proporcionando uma democratização da produção e recepção do conhecimento e das informações.
  O aumento da interatividade dos meios de comunicação exige o desenvolvimento de habilidades específicas pelos seus usuários, sobretudo no contexto educacional. Dessa forma, a implementação de uma rádio escolar  tem como princípio uma educação para, sobre e na mídia. Para isso é preciso haver a gestão coletiva e democrática dos recursos, da programação e do saber-fazer, para que a rádio escolar represente a totalidade dos envolvidos na escola e contribua para o pleno exercício da cidadania.
Para criar uma rádio escola um dos primeiros passos, além de decidir o nome da rádio, é construir um projeto que esteja vinculado ao projeto pedagógico da escola. O projeto deve contemplar os objetivos da rádio, a divisão de responsabilidades e que tipo de programação será veiculada. Para definir o formato da programação é preciso decidir se os programas serão noticiários, musicais, humorísticos, educativos, e distribuí-los ao longo do tempo que a rádio estará no ar.
Em um programa que trate de variedades com duração de 20 minutos, por exemplo, podem ser destinados cinco minutos para as notícias, cinco para músicas e um para o intervalo comercial. E então, na segunda parte do programa, pode haver uma entrevista de três minutos, dois minutos para prestação de serviços (avisos, recados, divulgação de eventos, achados e perdidos, etc), e mais quatro minutos de música.
Para se montar uma rádio na escola são necessários alguns equipamentos para organizar uma estrutura que possibilite ter uma rádio escola completa, a saber:
1. microsystem: com CD player, rádio, toca-fitas e entrada para microfone. Utilizado para reproduzir sons e gravar aquilo que não entrará ao vivo, como vinhetas e comerciais;
2. fone de ouvido: provê o retorno do som em execução para a pessoa que está no comando do som;
3. radiogravador: aparelho acessório que pode ter seu uso alternado com o microsystem, assim enquanto um é utilizado pode-se preparar a próxima execução;
4. caixa acústica: sistema de alto-falantes instalado em locais estratégicos da escola para reproduzir o que está sendo veiculado no estúdio, quatro caixas de cem watts serve um espaço para aproximadamente cem pessoas;
5. microfone: utilizado para captar a voz do responsável pela locução; 6. mesa de som e potência: em que são conectados o microsystem, o microfone, os fones de ouvido e o radiogravador. É da mesa que sai a fiação para as caixas de som.Por Gabriela E. Possolli Vesce

quarta-feira, 6 de julho de 2011

Impressões

Meu primeiro semestre como POIE
Chorei muito, sofri demais. Agora com pés no chão sei que tem muito trabalho pela frente e muitos desafios a serem travados. Não vou desistir vou até o final do ano. Farei uma reflexão se vale a pena continuar.
A maioria das pessoas tem uma impressão errada da função de POIE. O POIE é um professor privilegiado e que acredita em projetos , em TICs e no trabalho coletivo. Não ficamos trancafiados num mundinho quadrado e fechado. Estamos abertos a aprender e principalmente a ensinar. Com o início do meu mestrado em comunicação quero aprimorar meus conhecimentos e melhorar a minha prática pedagógica.